Buscar
  • VINICIUS VITAL

Zona Norte tem comércio não essencial funcionando à meia porta - SUPER TOP FM 89.9

SUPER TOP FM 89.9

Rio - Boa parte dos comerciantes cariocas aderiram a parada emergencial e estão respeitando o decreto da prefeitura, que proíbe a abertura do comércio não essencial até o próximo fim de semana. Alguns, porém, insistem em descumprir a determinação. Em Madureira, Zona Norte do Rio, a reportagem do DIA observou algumas lojas à meia porta, dificultando a visão da fiscalização. Alguns vendedores ambulantes, que também estão proibidos de trabalhar, esticaram suas lonas na Avenida Edgar Romero, desrespeitando o decreto. Confira as fotos:


Vendedores ambulantes cadastrados podem pleitear, na prefeitura, o recebimento de um auxílio emergencial de R$ 500 durante os dez dias de parada - saiba como conseguir o benefício.


Na Zona Sul, a reportagem também flagrou desrespeito o decreto. Muitos cariocas permaneceram na areia das praias de Ipanema e do Arpoador, o que é proibido. Grupos também faziam exercícios em conjunto - as atividades esportivas estão liberadas apenas individualmente.

No primeiro dia de restrições, 186 multas


A prefeitura registrou 736 autuações, entre reboques, infrações sanitárias e multas de trânsito, no primeiro dia de parada emergencial na cidade do Rio, na sexta-feira (26). Foram 186 multas aplicadas em bares, restaurantes e comércio ambulante. Outros 11 estabelecimentos foram fechados.

Pessoas físicas que descumprirem o decreto podem ser multadas em R$ 562. Já o comércio não essencial que for pego aberto pode ter o alvará de funcionamento cassado.

1 visualização0 comentário