Buscar
  • VINICIUS VITAL

Trens da SuperVia circulam com intervalos ampliados nesta segunda-feira - SUPER TOP FM 89.3

Segundo a concessionária, os clientes estão sendo informados do problema através do sistema de áudio das estações

Segundo a concessionária, os clientes estão sendo informados do problema através do sistema de áudio das estações Arquivo / Agência O Dia

Rio - Os passageiros enfrentam problemas nos trens nesta segunda-feira. De acordo com a SuperVia, o ramal de Japeri, Deodoro e Santa Cruz circulam com atrasos. No entanto, a concessionária não informou o motivo do intervalo ampliado. Os demais ramais operam normalmente.

Segundo a concessionária, os clientes estão sendo informados do problema através do sistema de áudio das estações. "Devido a uma ocorrência externa, os intervalos dos três ramais estão ampliados temporariamente. Técnicos trabalham para normalizar a operação no menor tempo possível".

Continua após a publicidade



Multa


As sanções, aplicadas na última sexta-feira, somam R$ 6.283.760,00. A concessionária está sendo multada por irregularidades encontradas nas estações Central do Brasil, São Cristóvão, Pavuna, Honório Gurgel, Rocha Miranda, Ricardo de Albuquerque, Anchieta, Olinda, Praça da Bandeira, Mangueira, Riachuelo e Engenho de Dentro. Superlotação e atrasos foram alguns dos problemas constatados que geraram as multas.

"Passamos da fase do diálogo e estamos exigindo que a empresa ofereça o serviço que o cidadão merece e precisa receber. A fiscalização é um dever do Estado, assim como é uma obrigação da SuperVia respeitar o usuário e garantir que ele tenha um sistema que funcione", avaliou o governador Cláudio Castro.

Na primeira quinzena de maio, duas sanções, que totalizaram R$ 3 milhões, foram aplicadas à empresa. Desde abril, a autarquia realiza ações de fiscalização nas estações de trem para apurar como o serviço é prestado à população. Outros 10 autos de infração foram lavrados e seguem os trâmites legais, que poderão resultar em novas multas.

Continua após a publicidade



CPI dos Trens

Deputados da CPI dos Trens, da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de janeiro (Alerj), que investigam os serviços de trens da SuperVia, inspecionaram na manhã desta segunda-feira o ramal Belford Roxo e concluíram que este é o pior ramal de todo o sistema ferroviário operado pela empresa. Além dos problemas comuns aos outros ramais, como buracos nos muros das vias, muito lixo e presença do tráfico de drogas, a quantidade de pessoas morando às margens da linha férrea impressionou os políticos.

Para a presidente da comissão, deputada Lucinha (PSD), o serviço de trens é um sistema falido. "É assustadora a quantidade de lixo e de ocupações irregulares. É um sistema falido. A SuperVia tem que fazer investimentos, não dá mais para aceitar essa situação. É o pior ramal, muita sujeira e favelização".

Continua após a publicidade



Os deputados ainda vão completar as oitivas e devem fazer uma visita na central de comando da SuperVia. Após a prorrogação da CPI por mais 60 dias, o relatório final deverá ser entregue em até 70 dias.

Procurada, a SuperVia disse que não irá comentar sobre as observações feitas pela CPI dos Trens.

Força-tarefa

Em abril, o Governo do Estado anunciou uma força-tarefa que tinha como uma das principais ações o plano de retomada de 12 estações consideradas perdidas para o tráfico, por meio da Polícia Militar. A ação ocorreu após inúmeros episódios de paralisação nos ramais por conta de roubos de cabos, atrasos nas viagens, sucateamento e falta de trens em horários de pico. O objetivo é melhorar os serviços oferecidos pela SuperVia à população.

Castro já havia anunciado a suspensão das negociações com a SuperVia quanto ao reajuste das tarifas, até que a concessionária corrigisse todos os problemas no serviço. Segundo ele "enquanto a situação de crise continuar, não será repassado nenhum real".


fonte O DIA

4 visualizações0 comentário

CLIQUE E OUÇA AO VIVO

1f447-1f3fe.png