Buscar
  • VINICIUS VITAL

Sindicato do Comércio Varejista de Petrópolis estima que prejuízo pode ultrapassar R$ 100 milhões

O Sicomércio informou que busca isenção de IPTU por 12 meses, além de linhas de crédito sem juros

Presidente da Comlurb mostra o antes e depois após limpeza na Rua Teresa Reprodução Twitter

Por O DIA


Rio - O Sindicato do Comércio Varejista de Petrópolis (Sicomércio) calcula que o prejuízo em todo o comércio local ultrapasse R$ 100 milhões após o temporal que deixou mais de 180 mortos e dezenas de desaparecidos na cidade da Região Serrana, na terça-feira passada (15). O Governo do Estado já havia autorizado a prorrogação dos calendários de pagamento de IPVA e ICMS para o segundo semestre deste ano, mas o Sicomércio também busca isenção de IPTU por 12 meses, além de linhas de crédito sem juros. Presidente da Comlurb mostra o antes e depois após limpeza na Rua TeresaReprodução Twitter

Principal ponto comercial de Petrópolis e conhecida nacionalmente, a Rua Teresa foi bastante afetada, mas ainda não há um balanço específico dos prejuízos que o polo sofreu.

Continua após a publicidade


"As lojas que foram afetadas estão na parte final da Rua Teresa e estamos sem acesso, porque foi onde teve um deslizamento que fechou a rua, que é bem próximo ao bairro Alto da Serra. Nesse momento, não tem como ir alguém da Associação contabilizar as perdas. As máquinas ainda não passaram nesse ponto e o local só está sendo acessado pelas equipes de resgate", informou a Associação da Rua Teresa (ARTE).


De acordo com a ARTE, alguns lojistas, que não tiveram danos estruturais, pretendem reabrir depois do carnaval. Mas isso vai depender de como estará a situação da mobilidade na cidade.

Na noite desta segunda-feira, o presidente da Comlurb, Flávio Lopes, postou uma imagem com o "antes e depois" da Rua Teresa mostrando a atuação da companhia no auxílio a limpeza do local depois das chuvas.


Na foto, um trecho da rua já aparece limpo. "Aquele antes e depois de respeito… Rua Teresa, Petrópolis. Muito feliz em poder ajudar", escreveu o presidente da Comlurb.

A Prefeitura do Rio informou, nesta segunda, que já foram removidas 649,2 toneladas de resíduos, sendo 620 toneladas de lama e terra, e 29,2 toneladas de galhadas e pedaços de troncos.

4 visualizações0 comentário