Buscar
  • VINICIUS VITAL

Rio descarta suspeita de 'Ômicron' em paciente que chegou da África do Sul - SUPER TOP FM 89.3

Mulher testou positivo durante um exame de rotina. Ela estava assintomática

O DIA

Rio - A Fiocruz descartou, nesta sexta-feira, a suspeita de contaminação pela variante "Ômicron" de uma paciente que testou positivo para covid-19 após uma viagem para a África do Sul. Uma amostra havia sido enviada para análise genética e na verdade, o caso é da variante Delta, em circulação já há alguns meses na cidade. A paciente chegou ao Brasil dia 21 e estava assintomática.

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), todos que tiveram contato com a paciente foram monitorados e tiveram os testes para a doença negativados.

Também nesta sexta-feira, a cidade do Rio atingiu o terceiro dia consecutivo sem registros de morte por covid-19. Os dados são do painel de monitoramento da prefeitura. De acordo com as informações, o último óbito por coronavírus no município foi no dia 28 de novembro. A capital já aplicou mais de 12 milhões de doses da vacina contra a doença e já contabiliza cerca de 95% da população adulta vacinada com a D2 ou dose única.


Nesta quinta, a SMS comemorou o marco de 90% da população acima de 12 anos vacinada.

Diante do novo cenário da pandemia da covid-19, com o surgimento da variante Ômicron a cidade vive um impasse com a chegada das festas de fim de ano. Segundo a Riotur, todo o planejamento, que conta com mais de dez palcos espalhados pelo município, segue confirmado. Entretanto, o cenário pode mudar de acordo com a avaliação das autoridades de saúde. O prefeito, Eduardo Paes, disse que irá divulgar a decisão sobre as festas no dia 15 de dezembro.

“Na primeira quinzena de dezembro, nós vamos monitorando pro réveillon, na hora que a secretaria tiver a certeza, vamos ver se teremos ou não. Vamos ter muito cuidado e muito critério, por enquanto não muda nada. É muito mais fácil você cancelar uma festa programada do que fazer uma festa não programada”, disse Paes, em evento da Prefeitura do Rio desta quinta.

Continua após a publicidade


A cidade do Rio ainda vive um impasse sobre a realização das festas de Réveillon deste ano, diante do novo cenário da pandemia da covid-19, com a variante Ômicron. Segundo a Riotur, todo o planejamento, que conta com mais de dez palcos espalhados pelo município, segue confirmado. Entretanto, o cenário pode mudar de acordo com a avaliação das autoridades de saúde. O prefeito, Eduardo Paes, disse que irá divulgar a decisão sobre as festas no dia 15 de dezembro.

“Na primeira quinzena de dezembro, nós vamos monitorando pro réveillon, na hora que a secretaria tiver a certeza, vamos ver se teremos ou não. Vamos ter muito cuidado e muito critério, por enquanto não muda nada. É muito mais fácil você cancelar uma festa programada do que fazer uma festa não programada”, disse Paes, em evento da Prefeitura do Rio desta quinta.

2 visualizações0 comentário