Buscar
  • VINICIUS VITAL

Música exaltando facção rival teria motivado ataque que deixou dois mortos na Baixada - SUPER TOP 89

Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF) realizou perícia no local e faz buscas por imagens de câmeras de segurança. Tiroteio deixou outros sete jovens feridos

Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF) investiga ataque a tiros a grupo de jovens em Duque de Caxias Divulgação

Rio - Testemunhas relatam que música com letra enaltecendo uma facção rival teria sido a motivação do ataque a tiros no bairro Gramacho, em Duque de Caxias, que deixou dois jovens mortos e outros sete feridos, na madrugada de domingo (31). No entanto, segundo o delegado André Cavalcantti, da Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF), que investiga o caso, há outras linhas de investigação, mas elas não serão divulgadas até a conclusão do inquérito para não prejudicar a investigação.


Continua após a publicidade


"A investigação teve início logo após o crime, quando policiais se deslocaram até o local do crime para perícia criminal, identificação de testemunhas e busca por câmeras. A investigação seguirá durante a semana com a realização de diligências necessárias para identificar os autores deste crime covarde", diz o delegado. Uma perícia também foi realizada na noite de domingo (31) e, até o momento, ninguém foi preso.

Moradores dizem estar com medo do aumento da violência na região e do controle de criminosos. O grupo de jovens havia se reunido para comemorar um aniversário na Praça Rio Branco quando foram alvos de vários disparos.

Continua após a publicidade



O corpo de Eduarda de Paula Almeida, de 15 anos, uma das vítimas fatais do ataque, foi enterrado no fim da tarde de ontem (31), no Cemitério Tanque do Anil. Um ônibus saiu da Lagoinha levando amigos e familiares da jovem. Uma tia da menina publicou um texto lamentando sua morte:

"Sem palavras para descrever esse sentimento de dor! Uma menina tão especial e cheia de vida, tantos sonhos, que foram interrompidos pela violência. Aonde vamos para? Que mundo é esse? Que maldade é essa? Para que tanta falta de compaixão?", escreveu em sua rede social.

O corpo de Caio Luiz de Souza Leme, 23 anos, que também morreu no ataque, foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) de Duque de Caxias. O local e horário do enterro ainda não foram divulgados.

Continua após a publicidade



Estado de saúde das vítimas

De acordo com a prefeitura de Duque de Caxias, até a manhã desta segunda-feira (1), três baleados receberam altas hospitalares e outros quatro pacientes seguem internados no Hospital Municipalizado Adão Pereira Nunes (HMAPN). Confira o estado de saúde das vítimas:

- Matheus Felipe Silva da Rocha, 20 anos, foi transferido do Hospital Municipal Dr Moacyr Rodrigues do Carmo (HMMRC) para o Hospital Municipalizado Adão Pereira Nunes (HMAPN), às 04h42 deste domingo, (31), com um tiro na perna direita. A direção do HMAPN informou que o paciente foi encaminhado para o centro cirúrgico para corrigir fratura de fêmur e joelho direito, pela ortopedia, sem necessidade de intervenção cirúrgica da vascular. No momento segue internado, lúcido, orientado e estável. - William Eduardo Souza de Almeida, 20 anos, foi transferido da UPA Sarapuí, sendo encaminhado para o Hospital Municipalizado Adão Pereira Nunes (HMAPN) às 04h57, deste domingo (31), com tiros nas duas pernas e nos dois braços. Ele também foi baleado duas vezes no tórax. A direção da unidade informou que o paciente passou por intervenção cirúrgica pela ortopedia, com fixação da tíbia, fêmur e úmero direito. No momento segue internado, lúcido, orientado e estável. - Daniel Lopes da Silva, 19 anos, foi transferido do Hospital Municipal Dr Moacyr Rodrigues do Carmo (HMMRC), dando entrada no Hospital Municipalizado Adão Pereira Nunes (HMAPN) às 05h06, deste domingo (31), com um tiro na perna direita. O paciente passou por cirurgia na noite de ontem, para correção de fratura na tíbia direita. No momento está lúcido, orientado e estável. - Denilson Matheus Barbosa Montezi, 20 anos, foi transferido para do Hospital Municipal Dr Moacyr Rodrigues do Carmo (HMMRC), dando entrada no HMAPN, às 13h15 deste domingo (31), com um tiro na perna. Ele passou por cirurgia no domingo a noite, para correção de fratura na tíbia e fíbula direita. No momento está lúcido, orientado e estável. Pacientes que tiveram alta

- Karine Bruna Aguiar Soares, 17 anos, foi transferida da UPA Sarapuí para o Hospital Municipalizado Adão Pereira Nunes (HMAPN), às 10h02 de domingo (31), com um tiro na coxa direita, com saída no glúteo direito. Após período de observação, a paciente recebeu alta com orientações, no domingo, às 19h57. - Victor da Silva, 18 anos, foi transferido da UPA Sarapuí para o Hospital Municipalizado Adão Pereira Nunes (HMAPN), às 05h52 deste domingo (31). Ele foi baleado nas duas pernas. Após exames e avaliações da equipe médica, o paciente recebeu alta com orientações no domingo, às 13h05. - João Victor Moreira Diegues, 17 anos, deu entrada no Hospital Municipal Dr Moacyr Rodrigues do Carmo (HMMRC) às 02h57, deste domingo (31), vítima de um tiro de raspão. O paciente recebeu atendimento e após período de observação na Sala Vermelha da unidade, recebeu alta no domingo, às 12h, com orientações.


fonte O DIA

7 visualizações0 comentário

CLIQUE E OUÇA AO VIVO

1f447-1f3fe.png