Buscar
  • VINICIUS VITAL

Castro diz que não exigirá comprovante de vacinação e pede para PMs se imunizarem - SUPER TOP 89.3

O DIA

Rio - O governador do Rio de Janeiro foi até o grupamento de Bombeiros Militar, em Copacabana, na Zona Sul do Rio para receber a segunda dose da vacina contra a covid-19, na manhã desta terça-feira. Após ser imunizado, Castro fez um apelo aos policiais militares que ainda não se vacinaram, mas disse que não pretende cobrar o passaporte da vacina aos agentes e que seu objetivo é focar em campanhas educativas. Hoje, cerca de 2 mil policiais ainda não foram imunizados nem com a primeira dose.


Ele também fez um apelo aos agentes para que procurem os postos de vacinação. "Nós temos que continuar nas campanhas educativas e demonstrando a importância de se vacinar, inclusive da nossa Polícia Militar", disse o governador.


A Polícia Militar informou que até o momento, dos cerca de 44 mil policiais da ativa, 41.908 já receberam a primeira dose das vacinas e 21.528 já receberam a segunda dose. A corporação alega que a campanha de vacinação priorizou o efetivo da ativa, empregado nas linhas de frente durante a pandemia. Os militares da reserva, por conta de sua faixa etária, estiveram nas primeiras remessas de vacinados e que os agentes ainda não imunizados serão convocados para instruções e orientações específicas.

Continua após a publicidade


As reuniões, segundo a PM, terão o objetivo de reforçar as premissas de conscientização da tropa quanto à necessidade de imunização e prevenção aos impactos do vírus durante a pandemia. Nesta semana, a Polícia Militar disse que convocou policiais de batalhões do Norte Fluminense para palestra de conscientização sobre a importância do imunizante.

A PM também ressaltour que alguns agentes receberam a vacina em postos de saúde municipais em outras cidades, distantes da capital, e que esse quantitativo está sendo contabilizado. "A campanha de imunização vem ocorrendo de forma ampla e com cobertura de grande público na tropa. A Diretoria Geral de Saúde (DGS) vem divulgando diariamente campanhas de conscientização pela imunização no boletim interno e nas mídias sociais, além de estar implementando busca ativa de policiais não vacinados e reuniões sobre a importância da vacinação contra a covid-19", disse a PM.

Castro também fez um apelo à população que não tomou a primeira dose da vacina e que ainda não completou o esquema vacinal.

Continua após a publicidade


"Somos quase 12 milhões de fluminenses vacinados de primeira dose e quase 7 milhões de segunda dose[...] é muito importante que toda a nossa população se vacine com as duas doses para que nós possamos vencer de uma vez por todas esse vírus tão traiçoeiro", disse o governador.

O governador também destacou que a taxa de ocupação de leitos de enfermaria hoje no Rio de Janeiro é de 45% e que o estado é classificado com a bandeira amarela para risco de contaminação pela covid-19. O governador atribuiu o avanço no combate à doença à vacinação. "Nós já distribuímos quase 25 milhões de doses para os municípios então é isso mesmo, a vacinação tem que continuar, temos que imunizar todo mundo para que a gente possa ter um fim de ano tranquilo", disse.

2 visualizações0 comentário